Atualidades

Restaurantes do munícipio de São Paulo podem atender nas ruas

Postado em: 22 de Junho de 2021 às 14:25 Por Redação

Donos de bares e restaurantes do município de São Paulo podem contar com uma novidade para o atendimento ao cliente. O projeto Ruas SP, da Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL), permitirá que algumas ruas do município sejam utilizadas como espaço ao ar livre para os clientes consumirem os produtos dos estabelecimentos, tendo em vista a necessidade atual da pandemia, que restringe aglomerações.

Para aderir ao projeto, é necessário verificar se a rua em que seu estabelecimento fica já está incluída no descritivo, que pode ser encontrado AQUI ou por meio do site ruassp.prefeitura.sp.gov.br. Caso sua rua não esteja autorizada e você queira pedir a licença, o processo é feito por meio desta página

A Secretaria Municipal de Urbanismo e Licenciamento (SMUL) disponibilizou um passo a passo simplificado para os interessados no projeto. Esse documento pode ser acessado AQUI. Ao todo, são quatro fases de aprovação online para que o empreendedor obtenha a licença necessária à instalação do mobiliário ou parklet em frente ao seu estabelecimento.

A iniciativa prevê que os estabelecimentos ocupem a faixa de rua destinada ao estacionamento de veículos, respeitando todos os protocolos sanitários e as regras para o uso do espaço público. Entre as exigências, estão: não ocupar faixas exclusivas de ônibus, ciclovias e ciclofaixas e não estar em via de grande fluxo de veículos.

De acordo com as regras da Prefeitura de São Paulo, não será cobrada nenhuma taxa pelo uso desses espaços. Entretanto, o custo para a instalação do projeto será dos aderentes, ou seja, inteiramente do empreendedor. Após apresentarem seus projetos de instalação do mobiliário para o atendimento ao ar livre, os empreendedores precisam aguardar a análise e a aprovação para receber sua autorização – o Termo de Permissão Eletrônica (TPE) – para funcionar de acordo com o Ruas SP.

As subprefeituras ficarão responsáveis pela fiscalização dos espaços. Todavia, cada estabelecimento deverá garantir o cumprimento de todas as exigências de segurança sanitária e social. Para que a instalação do mobiliário seja mais acessível ao bolso do empreendedor, a Prefeitura autorizou que marcas e logotipos de patrocinadores pudessem estar estampados nas mesas, cadeiras e guarda-sóis utilizados, permitindo, assim, que o mobiliário tenha colaboração financeira de patrocinadores.

Pandemia

Todos os protocolos sanitários para garantir a segurança dos usuários e fomentar o distanciamento social deverão ser cumpridos, como o espaçamento de 2 metros entre as mesas, a higienização diária do local, a disponibilização de cardápio em meio digital ou nas paredes do estabelecimento, o oferecimento de álcool gel e o uso obrigatório de máscaras de proteção – retiradas do rosto apenas para o consumo dos alimentos ou bebidas. Será proibido o atendimento de pessoas em pé, em qualquer hipótese. 

O Ruas SP foi lançado em fevereiro de 2021 após a Prefeitura avaliar como positivo o projeto-piloto realizado na região central da cidade, em 2020. Desde então, o município analisa uma série de propostas de estabelecimentos comerciais interessados em participar do projeto.

Vantagens do negócio ao ar livre

No atual momento, atender ao ar livre é uma boa saída para manter os negócios funcionando com mais segurança. Não somente nesse quesito: atender fora do estabelecimento também agrega um valor diferenciado ao negócio. 

Inspirado nos parklets europeus e estadunidenses, seu negócio pode aproveitar a deixa do projeto Ruas SP para elucidar temas específicos nos mobiliários que serão instalados, por meio da decoração, bem como trazer uma arquitetura inspirada em Paris ou Nova York ou mesmo utilizar cores chamativas no ambiente, ou quem sabe se utilizar de um tema que nunca sai de moda, como o universo de Harry Potter, por exemplo. Fica a critério de sua imaginação e muita pesquisa. 

Isso fará com que – na era digital em que vivemos – o ambiente fique “instagramável”. Essa palavra vem da rede social Instagram e quer dizer que, além de ir ao seu negócio para consumir, o cliente também aproveitará o ambiente para produzir conteúdo na internet, seja com fotos ou vídeos, o que poderá proporcionar um movimento considerável nas redes sociais do seu negócio e, por consequência, aquecer as vendas. 

 

Vitrine do Fornecedor

Coca-cola
DelValle