Atualidades

Mães empreendedoras: o desafio do maternar e empreender

Postado em: 18 de Abril de 2022 às 17:03 Por Jhonatan Alves

Dia das mães está chegando e trouxemos um texto que te fará entender mais do dia a dia de quem tem jornada dupla: a de mãe e de empreendedora.

A maternidade é um momento de muitas mudanças na vida da mulher. E ser empreendedora e mão ao mesmo tempo talvez seja um dos maiores desafios que uma pessoa pode enfrentar.

Uma triste realidade apontada por uma pesquisa da FGV revela que 50% das mulheres são demitidas após 02 anos de tirarem a licença maternidade. E isso acontece pelo preconceito no mundo dos negócios que insiste em muitas vezes ser inflexível com as mulheres e mais ainda com as que são mães.

Por isso, muitas vezes, as mulheres optam por saírem das empresas e veem no empreendedorismo, uma alternativa para desenvolverem seus sonhos, sem ter que abrir mão de tempo de qualidade com os filhos ao mesmo tempo que investem em uma área que têm domínio.

O empreender não oferece mesmo trabalho, muitas vezes é até mais cansativo que uma vaga tradicional dentro de uma empresa, mas oferece inúmeros benefícios, como: flexibilidade de horários, cumprir rotinas de acordo com as necessidades dos filhos, pode contar com auxílio da rede de apoio (pessoas próximas ou familiares), trabalho com a área escolhida e se pode ter os mesmos direitos previdenciários a partir da formalização como microempreendedor Individual ou microempresa.

Por outro lado, o desafio de muitas vezes ser a única responsável pelo administrativo, financeiro, comercial, marketing e tantas outras áreas que um negócio próprio exige, algumas pessoas começam a ver os verdadeiros desafios de empreender. Entretanto, se tem alguém que consegue cumprir com tudo isso é a mulher.

Sem querer romantizar o trabalho em excesso - mas é o que muitas vezes o empreender exige, ainda mais no começo de um negócio – de acordo com estudos da Kauffman Foundation e da Daw Jones, companhias lideradas por mulheres tendem a ter 12% a mais de lucro, mesmo usando um capital menor.

É sempre importante enfatizar às mamães empreendedoras de plantão, que não existe nada perfeito. Não existe oi negócio perfeito, a mãe perfeita, o filho perfeito, enfim, não existe perfeição em um mundo de verdade e coisas reais. Por isso, a cobrança não deve fazer parte do seu dia a dia.

Se dedicar aos filhos é importante, bem como ao seu negócio, seja ele qual for. As mulheres em geram costumam cultivar um sentimento de culpa por trabalharem e deixarem seus filhos nas creches, escolas ou com alguém de confiança, mas é necessário sempre lembrar: por quem estou fazendo tudo isso?

Se você é mãe e respondeu “pelos meus filhos”, isso é bom, mas esqueceu de se incluir. Você empreende para sustentar seus filhos, mas também por você, pelos seus sonhos e vontades.

Alguns dos principais equívocos das mães empreendedoras, são:

- Se comparar com outras mulheres ou negócios diferentes do seu: nada é perfeito e nada é igual, cada um tem uma história e ela é construída de acordo com o seu protagonismo. Por isso, não se compare mais, nem na vida, nem nos negócios.

- Escolha de sócios ruins. Com a correria muitas mães empreendedoras optam por terem sócios para ajudar na empresa, mas é preciso avaliar o quanto eles entenderam sua rotina, suas prioridades e seu jeito específico de coordenar sua vida e negócios.

- Almejar muito se pode ter pouco por enquanto. Nunca dê um passo maior do que pode. Ande abaixo do que realmente poderia andar, por exemplo: não é prudente esbanjar quando mais de uma vida depende de você: seja seu filho ou a vida útil do seu negócio.  

- Esquecer das metas. Você não pode esquecer de cumprir com suas metas iniciais. Só poderá avançar, quando seguir cronologicamente as metas pré-estabelecidas quando abriu seu negócio.

- Misturar as finanças pessoais com as do negócio. Nunca cometa este erro. É necessário separar as finanças de casa com as que o empreender exige, para que seu fluxo de entradas e saídas tenha um saldo positivo.

- Não se capacitar. Esquecer de aprender também é errado. Busque conhecimento e informação sobre empreendedorismo, atualidades, tecnologia, informação e outras áreas para que seu negócio esteja atualizado às tendências de mercado.

- Não descansar. Só quem já sofreu um burnout (esgotamento) sabe que o descanso é a solução. Tenha prazer em ter um momento só seu, de fazer o que gosta e que não tenha nada a ver com maternidade e nem empreendedorismo. Sua mente precisa se encher de alegria para transbordar nas multifaces poderosas que você detém!

Gostou da matéria? Não perca nenhum conteúdo! Acesse nossas redes sociais e ouça o podcast 'Negócio em Dia', disponíveis AQUI. 

Vitrine do Fornecedor

Ambev
Perdigão

Patrocinadores Master

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Ambulantes

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Bares e Lanchonetes

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Dogueiros e Food trucks

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Empreender na Prática

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Padarias e Confeitarias

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Pizzarias

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Restaurantes

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Superando Desafios

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Todos podem Empreender

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Vencendo na Crise

Conteúdo patrocinado por:

Patrocinadores Vendas por Encomenda