SustentabilidadeEmpreendedor

Festival Feira Preta coloca a cultura afro em evidência

Postado em: 23 de Dezembro de 2019 às 12:02 Por Redação

A Academia Assaí Bons Negócios marcou presença no evento ao patrocinar a área gastronômica da Feira e apresentar o painel Presença Negra na Gastronomia

Durante os dias 7 e 8 de dezembro, São Paulo recebeu a 18ª edição da Feira Preta, o maior festival da cultura negra da América Latina. Reunindo 170 empreendedores de 10 estados do país e também de Gana e Senegal, o evento atraiu mais de 35 mil visitantes e teve mais de 50 atrações, que mantiveram o fim de semana agitado.

Gerando mais de 300 postos de trabalho durante a pré-produção e a execução do evento, a Feira Preta colocou em destaque o empreendedorismo e o protagonismo negro, trazendo uma programação recheada de atividades culturais, palestras e oficinas.

A área gastronômica, batizada de Preta Degusta e patrocinada pela Academia Assaí Bons Negócios, reuniu 23 expositores, todos participantes do projeto Afrolab Gastronomia. Desenvolvido para apoiar, promover o impulsionar o empreendedorismo negro no Brasil, o Afrolab é um evento com foco na gastronomia e tem uma programação que une cursos, capacitações, aulas, experiências gastronômicas, culturais e feira de exposições. Os participantes do Afrolab tiveram a oportunidade de marcar presença na Feira Preta. Eles ofereceram uma grande variedade de opções para quem estava visitando a feira e quis matar a fome e, ao mesmo tempo, descobrir novos pratos e sabores da culinária afro. 

  

PAINEL PRESENÇA NEGRA NA GASTRONOMIA

Apresentado pela Academia Assaí Bons Negócios, o painel Presença Negra na Gastronomia aconteceu na tarde de sábado (7) e tratou dos desafios que as mulheres negras enfrentam para se estabelecer na gastronomia. O painel contou com a participação de 4 empreendedoras de destaque da área gastronômica:

  • Dona Carmem Virgínia, proprietária do restaurante O Altar Cozinha Ancestral e apresentadora do programa da GNT Cozinheiros em Ação;
  • Aline Chermoula, chef  e proprietária do Chermoula Culinária, participante do programa Afrolab, promovido pela Academia Assaí Bons Negócios, e uma das expositoras da Feira Preta na área Preta Degusta;
  • Camila Botelho, chef e gastróloga especializada em gastronomia 100% vegetal;
  • Larissa Januário, jornalista, colunista da Marie Claire Brasil, proprietária d´A Casa Azul, hub de cultura gastronômica, e idealizadora do projeto Sem Medida, que traz informações variadas sobre gastronomia.

Mediado por Larissa Januário, o Painel trouxe discussões diversas que permearam o universo da cozinha, pontuando o machismo e o racismo enfrentados pelas mulheres. Um dos pontos altos do evento foi quando Carmem Virgínia relembrou a sua trajetória. “Eu sou macumbeira, preta e gorda e estou na televisão”, disse. Ela comentou sobre os preconceitos que sofreu, não apenas por ser mulher e negra, mas por ser cozinheira dos orixás e, principalmente, por ser gorda.

Trazendo à tona o tema “feminismo negro”, Aline Chermoula comentou sobre a importância do protagonismo e da representatividade das mulheres negras na gastronomia, ressaltando sobre o quanto é necessário trazer esse assunto para os espaços de fala, ajudando e incentivando as mulheres negras a buscarem o que acreditam. Já Camila Botelho comentou que, além de ser mulher e negra, ainda enfrenta outra barreira que precisa que quebrada no dia a dia: o de trabalhar com alimentação 100% vegetal. Apesar de conquistar cada vez mais adeptos, a culinária vegana ainda enfrenta preconceito e, principalmente, a falta de conhecimento do público.

A IMPORTÂNCIA DA FEIRA PRETA

A Feira Preta chegou à sua 18ª edição como um importante evento de celebração, valorização e protagonismo da cultura negra. A Academia Assaí Bons Negócios apoia esse festival e acredita que ele é uma grande oportunidade para os empreendedores mostrarem os seus produtos e serviços para o público, conquistarem novos clientes e conscientizarem a sociedade do seu importante papel na economia do país.

Segundo Fábio Lavezo, gerente de sustentabilidade do Assaí Atacadista, O Festival Feira Preta é uma forma de proporcionar aos empreendedores negros o protagonismo que é de direito deles. “Também, o evento estimula a visão de negócios e promove imersões culturais e técnicas, principalmente na área de gastronomia, por meio da parceria com a Academia Assaí Bons Negócios”, pontua.

Gostou de saber um pouco mais sobre o que rolou na Feira Preta 2019? Então continue acompanhando o Blog Academia Assaí Bons Negócios para estar sempre por dentro das novidades do mundo do empreendedorismo!

Post mais vistos

Vitrine do Fornecedor

Ambev
Perdigão
Ajinomoto
Arrifana
Cepera
Ekma
Ki Sabor
Qualy
Rosa Branca
Sadia
Sofiteli
Vigor