Sustentabilidade

Como criar uma base de fornecedores sustentáveis

Postado em: 16 de Junho de 2021 às 15:56 Por Redação

Trabalhar com bons fornecedores é fundamental para qualquer negócio, afinal de contas, a influência que eles têm sobre seus resultados é muito maior do que você imagina.

O fornecedor não é apenas o responsável pela matéria-prima ou pelos produtos que são utilizados no seu negócio. Muito do que diz respeito à qualidade, à eficiência e à agilidade na gestão do seu negócio depende desse importante aliado.

Isso porque os valores dos serviços prestados por ele influenciam diretamente nos seus custos, no seu controle de estoque, na produção e por aí vai. Aliado a isso, está o compromisso com a sustentabilidade. Como dissemos nos últimos conteúdos da série Cozinha Sustentável, encontrar maneiras de tornar seu negócio mais ecológico e sustentável é fundamental e existem mudanças no cotidiano que fazem toda a diferença para a adoção de práticas mais sustentáveis.

Para o último capítulo dessa série, resolvemos levar as ações sustentáveis para além da cozinha, influenciando diretamente no relacionamento entre fornecedores e negócio. Ficou curioso? Então acompanhe a leitura e entenda como escolher bons fornecedores para o seu negócio e para o meio ambiente. Confira!

Por que a escolha de bons fornecedores é tão importante?

Segundo o SEBRAE, o desempenho dos seus fornecedores interfere diretamente na atividade do seu negócio. Para que esse relacionamento seja desenvolvido da melhor maneira possível, o ideal é que seja encarado como uma relação entre sócios, ou seja, o relacionamento deve ser do tipo ganha-ganha.

Agora, quando se trata de fornecedores sustentáveis, as considerações para as escolhas devem ir além do melhor preço. É preciso buscar aqueles que aplicam práticas sustentáveis em sua gestão, desde a escolha de produtos até a parte logística.

A orientação do Conselho Brasileiro de Construção Sustentável (CBCS) é que sejam avaliados alguns aspectos, como formalidade, legalidade e qualidade. Separamos para você alguns pontos fundamentais para essa seleção. Confira!

Formalidade 

O primeiro passo para avaliar se um fornecedor aplica de fato práticas sustentáveis em seu negócio é por meio da verificação da formalidade do fabricante ou fornecedor.

Se o CNPJ estiver ativo e válido, você pode checar a licença ambiental concedida pelos órgãos ambientais estaduais. Alguns desses órgãos possibilitam a consulta por meio do nome completo da empresa e da unidade da federação, porém, outros exigem o fornecimento do número do processo de licenciamento.

Se esse for o caso na sua região, é necessário pedir ao fabricante uma cópia da licença ou o número do protocolo para confirmar a validação.

Origem e deslocamento

Na hora de selecionar bons fornecedores, é preciso levar em consideração as origens de cada produto e a logística por trás de cada entrega. Isso porque, quanto maior for a distância entre você e seu fornecedor, maior será o consumo de combustíveis – consequentemente, maior o dano ao meio ambiente.

Nesse sentido, é importante realizar uma busca mais regional, dando vez aos fornecedores mais próximos ao seu negócio e, desse modo, fortalecendo a economia local. O deslocamento de veículos é um dos maiores emissores de gases poluentes no nosso planeta. Criar uma base de apoio local diminui o efeito estufa e contribui para um negócio mais ecológico.

Avaliar aspectos sociais

O terceiro critério que deve ser analisado antes de contratar um fornecedor é a questão social. Pesquise sobre o possível fornecedor e busque saber se ele já foi autuado por conta de alguma questão social, como trabalho infantil, trabalho escravo ou trabalho em condições precárias de higiene, com jornadas excessivas e sem a alimentação adequada, afinal de contas, você não quer que seu negócio seja associado a fornecedores assim, certo?

Por meio do site da Secretaria do Trabalho, é possível acessar uma lista, conhecida como lista suja, com o nome das principais empresas que estão envolvidas nas questões citadas acima. Acesse clicando no link.

Normas técnicas e de qualidade

Sem sombra de dúvidas, ao selecionar um fornecedor, é preciso checar a qualidade dos produtos. Sim, o sabor e o preço são importantes, porém, referimo-nos às normas técnicas, que estabelecem critérios mínimos de qualidade.

Verifique se o fornecedor está na lista de empresas qualificadas pelo Programa Brasileiro da Qualidade e Produtividade do Habitat (PBQP-H) do Governo Federal. Nessa lista, é possível acompanhar os fabricantes que produzem em conformidade e não conformidade com as normas técnicas da ABNT.

Com isso, é possível combater o desperdício e o acúmulo de dejetos no meio ambiente, evitando compras de produtos com desempenho inadequado ou que acabam sendo substituídos, gerando custos e resíduos. 

Responsabilidade social e empresarial

Podemos dizer que o perfil de responsabilidade socioambiental da empresa é o que realmente separa fornecedores que aplicam de fato a sustentabilidade nos processos do seu negócio daqueles que apenas cumprem a lei. 

Isso porque o termo responsabilidade social e empresarial descreve a contribuição voluntária das empresas para o desenvolvimento sustentável que vai além dos requisitos legais.

Nesse sentido, os fornecedores também devem ser conscientes dos impactos positivos e negativos no campo econômico, social e ambiental. Independente dos danos serem gerados pelo negócio ou pela sociedade, eles procuram gerenciar os riscos, as potencialidades e as oportunidades que estão presentes na empresa e na sociedade.

Esses fornecedores assumem a corresponsabilidade dos insumos e dos serviços adquiridos e mantêm suas práticas transparentes para a sociedade. 

Embora construir uma base de apoio sustentável seja mais trabalhoso do que aplicar as outras dicas que trouxemos ao longo dessa série, essa atitude contribui para a construção de um negócio sustentável e ecológico. Além disso, você firma um compromisso com toda a cadeia produtiva relacionada às suas ações, impactando positivamente a percepção do cliente, da sociedade e dos fornecedores e beneficia o meio ambiente.

Curtiu este material? Não deixe de nos acompanhar pelas redes sociais e ouvir nosso podcast Negócio em Dia, ambos disponiveis clicando AQUI. 

 

Vitrine do Fornecedor

Coca-cola
DelValle