Empreendedor

Criatividade sem limites

Postado em: 11 de Junho às 18:47

Descubra como estimular seu lado criativo e atrair ideias incríveis para o dia a dia do seu negócio

A criatividade é a essência do pequeno negócio. Afinal, tudo começa com uma boa ideia, não é mesmo? Depois vem a escolha do nome da empresa, do desenho da marca, das cores, do slogan... e é só o começo. Para atrair novos clientes, resolver problemas, economizar e continuar se destacando no mercado, o empreendedor precisa ser cada vez mais criativo no dia a dia.

Para isso, não é preciso gastar muito com soluções relacionadas à tecnologia. Pelo contrário: ser criativo é fazer muito com pouco, o que só é possível quando se tem boas ideias. E a chef Patrícia Lopes teve duas: ela fundou a Cook It, que fabrica potes com ingredientes secos que se transformam em pratos requintados em poucos minutos; e decidiu compartilhar sua cozinha com outros empreendedores, que alugam o espaço. “O importante é sair na frente. Ser pioneiro nesse mercado define o lugar que você vai conquistar”, acredita a empreendedora.

Mas como você pode usar a criatividade a seu favor? “O empresário precisa ter em mente que ele deve focar 80% de seu tempo em atividades voltadas para marketing e atração de clientes”, explica Mauro Fontes, CEO da Contabilivre, plataforma de contabilidade online para pequenos empreendedores. “O importante é definir a mensagem que você deseja transmitir e encontrar a melhor forma de apresentá-la aos clientes. Criatividade não é apenas inovar na forma de transmitir a mensagem, também envolve fazer isso com pouco orçamento”, completa.

Exercitando a criatividade

Não basta ter só uma boa ideia. É preciso ter outras para se manter em constante renovação. “Ser criativo é uma tarefa diária, não é algo para se fazer de vez em quando. O cliente sempre espera novidades no mercado. É um público exigente em qualquer área”, observa Tânia Buchmann, supervisora do curso de Fotografia do Centro Europeu, uma das principais escolas de economia criativa do Brasil. Ela enumerou algumas dicas práticas para que outros pequenos empresários possam explorar o lado criativo. Confira!

Evite rotinas em excesso

A primeira dica para exercitar o lado criativo é fugir da rotina. Em vez de fazer sempre a mesma coisa todos os dias, procure variar as atividades no trabalho. Além de desenvolver a criatividade, isso também é uma boa maneira de supervisionar todos os processos de sua empresa. Por exemplo: em um dia, sair para acompanhar as entregas, no outro, ficar na loja recepcionando os clientes e assim por diante.

Descanse a mente

Descansar a mente inclui tirar um tempo para cuidar da cabeça, afinal, é dela que você vai extrair a criatividade necessária para o seu negócio. Os momentos de descanso devem ser desfrutados ao máximo, pois é nessas horas que costumam surgir as melhores ideias e soluções. Estipular um tempo diário de leitura e aprender outro idioma são ações que ajudam a exercitar a mente de forma leve.

Busque novos ares

“Para criar, é necessário ‘respirar’, caminhar, ir a lugares onde tem algo parecido com o produto que você vende, não precisa ser igual. Visite feiras da sua área, não enxergue os concorrentes como inimigos, tenha respeito pelas ideias deles”, aconselha Tânia Buchamann. “Inovar não quer dizer fazer algo novo a toda hora e, sim, aperfeiçoar o que já existe. Não é copiar, mas ter inspirações daquilo que está dando certo em algum lugar. Criar, por outro lado, é construir algo novo”, completa.

Muitas vezes, não é preciso ir a uma feira para monitorar a concorrência: basta dar uma boa navegada na internet. Para a chef Patrícia Lopes, as redes sociais são ótimas ferramentas para monitorar os clientes e orientar novas ideias: “Ficar de olho no consumidor final é crucial. As redes sociais, hoje em dia, são um grande termômetro. As pessoas postam muitas coisas interessantes e falam sobre tendências que estão em alta.”

Escute seus funcionários

Dar espaço às opiniões dos colaboradores pode não só abrir portas para sua empresa, mas, também, contribuir para a motivação e a produtividade de todos os envolvidos. “Escute os funcionários e dê chance para que suas ideias sejam usadas. Pelo menos uma vez! Faça um rodízio, semanal ou mensal, de ideias criativas. Isso é bastante motivador. E, caso a ideia funcione, recompense de forma criativa”, orienta Tânia.

Seja ousado

A criatividade pode ser o diferencial para o seu negócio se destacar no mercado, mas ela deve vir acompanhada de uma boa dose de coragem. Só assim suas ideias terão a força necessária para atrair os clientes, como alerta o consultor Mauro Fontes: “Ações impactantes são as que trazem mais retorno. Descontos pequenos não chamam a atenção. Descontos maiores, ou até gratuidades, dentro de um período muito curto de tempo, podem trazer um grande número de clientes, que vão acabar conhecendo o estabelecimento e retornando para futuras compras.”

Divirta-se criando

Outra dica é tentar se divertir junto com o cliente. “Albert Einstein já dizia que criatividade é a inteligência se divertindo”, lembra a especialista do Centro Europeu. Para ela, uma boa forma de atrair o cliente é oferecer algo a mais nesse sentido: “Por exemplo, uma faixa criativa pode ser algo divertido e, no mínimo, mostra que ali tem criatividade. Por que não entrar em um lugar que me faz rir?”. Repensar a fachada e a vitrine também dá resultado: “Às vezes, apenas um produto na vitrine chama mais a atenção do que vários”.

Conhecimento atrai criatividade

A capacitação profissional abre portas para sua empresa e pode ser o gatilho para grandes ideias que ainda estão por vir. Quando é de graça, melhor ainda! A Academia Assaí oferece o curso online gratuito Todos Podem Empreender, com importantes dicas para o seu negócio. Basta se cadastrar e assistir às videoaulas, a qualquer hora e em qualquer lugar! Acesse o site da Academia Assaí Bons Negócios e confira!

VOLTAR

Vitrine do Fornecedor

Torcida
Coca-cola
Ekma
Nita Alimentos