Tecnologia

Como escolher a melhor maquininha para o seu negócio

Postado em: 29 de Outubro às 06:00 Por Rodrigo Coradi

Cada vez mais empreendedores adquirem as maquininhas de cartões para facilitar o pagamento de clientes e modernizar o seu negócio

Você ainda não utiliza maquininha de cartão ou já adquiriu e não sabe se fez um bom negócio? Esses dispositivos facilitam muito na hora de vender seus salgados na rua, bolos por encomendas ou itens no seu mercadinho, por exemplo!

Atualmente, o uso de cartões nas compras é muito maior do que o de dinheiro vivo, isso por conta de diversos fatores, como a facilidade para carregar na carteira, o autogerenciamento por aplicativos e um dos mais valorizados pelos clientes: a segurança.

Os empreendedores que não possuem uma maquininha como essa infelizmente “ficam para trás”, pois, para quem consome, já é rotina pagar com cartão de crédito ou débito. 

Existem até os cartões virtuais, que funcionam como débito ou crédito, mas que o cliente nem precisa pôr a mão no bolso: basta informar o número de identificação, o código de segurança e pronto! Esses são mais usados em compras online e por bancos virtuais.

MAS COMO CONSEGUIR UMA MAQUININHA DE CARTÃO?

Hoje em dia, você encontra várias empresas especializadas no comércio de maquininhas de cartão, todas com vantagens e funcionalidades parecidas. Contudo, o que muda mesmo são as famosas taxas de cobrança!

Marcas como PagSeguro, Cielo, SumUp e Mercado Pago são as mais conhecidas e cada uma possui sua linha de produtos, que varia desde a mais simples à mais moderna das opções. E para quem faz compras no Assaí Atacadista, também tem a opção da Maquininha Passaí. Ela conta com taxas acessíveis e você pode escolher um plano que seja mais adequado para o seu volume de vendas, além do sistema de cashback que transforma seu pontos acumulados em compras numa loja Assaí

Para saber mais, acesse o site e saiba como adquirir para o seu negócio.

AS VANTAGENS DAS MAQUININHAS

Para o cliente, não muda muita coisa, mas, para o empreendedor, há diferença! A começar pelo valor de compra. As maquininhas mais simples podem custar a partir dos R$ 50; já os lançamentos mais recentes podem variar entre R$ 300 e R$ 1 mil, dependendo da marca e do modelo.

A maioria aceita todas as bandeiras de cartões, formas de pagamento – como transferência bancária – e até recarga de celular para usuários de planos pré-pagos.

AS TAXAS POR COMPRA

O que vai pesar na hora da sua escolha são as taxas de crédito à vista, crédito parcelado e débito. Para quem não sabe, a cada compra que o seu cliente fizer, você, que é o proprietário da maquininha, terá de pagar um imposto em cima desse valor.

É importante também adquirir uma máquina que aceite benefícios como Refeição e Alimentação, pois tem ligação direta com o seu público!

As taxas para compras com cartões de vale-alimentação e vale-refeição podem variar de 6% a 13%, por isso vale pesquisar qual das provedoras de maquininha tem as melhores condições para você.

A seguir, separamos algumas taxas conhecidas no mercado de algumas das principais empresas de maquininha:

Maquininha Passaí*

Débito - 1,90%
Crédito à vista - 4,85%
Crédito parcelado - 5,47% + 2,90%
*Taxas referentes ao Plano Antecipado. As taxas de crédito variam de acordo com os planos oferecidos.

Cielo*

Débito - 1,99%
Crédito à vista - 4,99%
Crédito parcelado - 5,59% + 2,99%
*Taxa zero nos primeiros três meses.

PagSeguro*

Débito - 1,99%
Crédito à vista - 3,19%
Crédito parcelado - 3,79%
*Após os três primeiros meses ou ao completar o total de R$ 1.500,00 em vendas.

Mercado Pago*

Débito - 1,99%
Crédito:
 - 4,74% (para pagamentos recebidos após 1 hora da transferência)
 - 3,79% (para pagamentos recebidos após 14 dias da transferência)
 - 3,03% (para pagamentos recebidos após 30 dias da transferência)
*Para as compras por crédito, a taxa varia de acordo com o prazo escolhido para o dinheiro entrar na conta do usuário. 

SumUP

Débito - 1,90%
Para compras no crédito, a taxa pode variar de acordo com os planos oferecidos pela marca. 

Cada empresa trabalha de forma diferente e com taxas específicas. Por isso, vale a pena contatar a que seja melhor para o seu negócio e pedir todas as informações necessárias.

Você vai encontrar taxas em qualquer maquininha que escolher, essa é uma maneira das operadoras lucrarem com o produto delas e fazer dinheiro, mas pense que uma maquininha pode viabilizar melhor o seu negócio e abrir mais opções de compra para os seus clientes.

Imagine, para quem é vendedor ambulante, ter que mexer com alimentos e dinheiro na rua, com um movimento muito intenso o tempo todo, ou para quem vende por encomenda e fecha preços maiores a cada venda. O trabalho fica muito mais ágil e, para o cliente, uma opção mais segura.

Esperamos ter ajudado a solucionar algumas dúvidas principais sobre maquininhas de cartões, a fim de facilitar o pagamento dos clientes no dia a dia. Fique de olho no Portal da Academia Assaí Bons Negócios e se atualize com conteúdos diversos para o seu negócio. Continue navegando!
 

Vitrine do Fornecedor

Unilever
Kibon
DelValle
Coca-cola