Empreendedor

Você sabe gerenciar seu time?

Postado em: 06 de Agosto às 20:22

A gestão adequada de pessoas reduz a rotatividade, retém talentos, qualifica profissionais e melhora resultados. Confira dicas para se aprimorar!

Uma empresa é construída com planejamento e muita determinação e os empreendedores brasileiros sabem muito bem disso. Mas nenhum empreendimento sobrevive sem uma gestão eficiente do seu capital humano, pois só com ela é possível reter talentos e fazer o negócio crescer cada vez mais. Para tratar desse assunto, a especialista em experiência de compra e fundadora do grupo Mulheres do Varejo, Fátima Merlin, conversou com a Revista Assaí Bons Negócios sobre a importância da gestão adequada de pessoas.

Assaí Bons Negócios: Qual é definição de gestão de pessoas no contexto de negócios?

Fátima Merlin: Quando falamos em gestão de pessoas, estamos considerando a conexão de habilidades, métodos, políticas, técnicas e práticas definidos com o objetivo de administrar e potencializar os indivíduos que fazem parte de uma empresa.

ABN: Como uma boa gestão de pessoas pode ajudar no crescimento da empresa?

FM: Com o acirramento da concorrência, a complexidade do mercado e o consumidor cada vez mais conectado, seletivo e exigente, o grande diferencial das empresas passa a ser as pessoas. Por isso, o gerenciamento delas não pode ficar em segundo plano e deve-se usar isso como diferencial competitivo. Vale lembrar que um bom gerenciamento de equipe reduz o índice de turnover (rotatividade de funcionários), retém talentos, qualifica pessoas para funções adequadas, retirando o melhor de cada uma, e, por fim, gera melhores resultados para o negócio como um todo.

ABN: Para o empreendedor, qual é a importância de capacitar-se em gestão de pessoas?

FM: Praticar a gestão de pessoas de maneira adequada permite capacitar, envolver e desenvolver melhor os funcionários, extraindo o que cada um tem de melhor, o que maximiza os resultados. Portanto, implantar uma gestão de maneira adequada e capacitar-se cada vez mais para estar à frente gerenciando a equipe são quesitos cruciais diante do atual cenário.

ABN: Qual é a importância de reter talentos dentro de um negócio? Como fazer isso da melhor maneira?

FM: A perda de mão de obra sempre é prejudicial, em especial quando se perdem bons colaboradores, qualificados e treinados. A rotatividade está diretamente conectada à motivação e uma das principais razões para a saída de colaboradores das empresas é o relacionamento com seus superiores. No caso de pequenos negócios, com frequência, os problemas são diretamente com o proprietário da empresa. É essencial que os donos ou gerentes saibam conduzir bons relacionamentos. Para reduzir essa rotatividade, é importante também valorizar os talentos, sempre que possível oferecendo aos funcionários oportunidades de carreira, estímulos a novos projetos, promoções e benefícios atraentes, além de manter um bom ambiente profissional e possibilitar a afirmação de parcerias e a troca de experiências. 

ABN: Quais são os papéis do líder nesse processo?

FM: O líder é crucial. É ele quem “dita” o ritmo da equipe. Um bom líder é aquele que consegue bons resultados por meio do desempenho de sua equipe, extraindo o melhor de cada um, incentivando o crescimento e promovendo harmonia e bem-estar.

ABN: Quais são os impactos de uma gestão inadequada de pessoas?

FM: Assim como o gerenciamento adequado de pessoas maximiza resultados, o mal gerenciamento afeta negativamente o negócio como um todo. Isso gera desmotivação nos funcionários, o que pode ocasionar mau atendimento, baixa produtividade, perda de vendas e de clientes e, consequentemente, resultados insatisfatórios.

ABN: Que ferramentas de gerenciamento estão disponíveis hoje no mercado para o empreendedor?

FM: O que não faltam hoje são ferramentas no mercado, das mais básicas até as mais avançadas, como a gamificação, técnica que utiliza jogos lúdicos com o objetivo de engajar, reconhecer e desafiar colaboradores. Temos, ainda: avaliação de desempenho; prática de feedback (retorno ao funcionário sobre seu rendimento, pontos positivos, pontos a melhorar, etc.); pesquisa de clima organizacional; programas de capacitação, entre outros.

NA PRÁTICA!

Estreitar laços e estabelecer relações de parceria são quesitos fundamentais. Confira dicas de como criar uma relação saudável com a equipe e alcançar resultados cada vez melhores:

Distribua tarefas: conheça os pontos fortes e fracos de cada colaborador e designe tarefas conforme cada perfil.

Faça reuniões frequentes: esses encontros favorecem o alinhamento de estratégias, o esclarecimento de dúvidas, a correção de falhas e a apresentação de resultados.

Aprenda a superar os imprevistos: não perca tempo tentando encontrar culpados e jamais tome conclusões precipitadas. Avalie com calma e procure conversar com os responsáveis separadamente.

Seja consistente nas atitudes: as ações e a maneira como o líder se comunica com sua equipe devem ser consistentes, justas e equilibradas.

Foque no coletivo: o foco em resultados deve ser coletivo. Para isso, é importante garantir a sinergia entre os membros da equipe, mantendo todos alinhados aos objetivos e às metas.

 

Gostou? Acompanhe outras matérias nas edições da Revista Academia Assaí Bons Negócios!

VOLTAR

Vitrine do Fornecedor

Torcida
Coca-cola
Ekma
Nita Alimentos