Empreendedor

Otimismo e pés no chão para empreender melhor

Postado em: 18 de Março às 19:59

Confira alguns passos para controlar o excesso de otimismo e alinhar expectativas para o seu negócio

Empreendedores otimistas são mais bem-sucedidos. Isso porque empreender não é uma tarefa fácil e é preciso ter muita paixão e dedicação todos os dias.

São muitos os desafios para abrir um negócio. Controlar a emoção e usar mais a razão, muitas vezes, pode ajudar a tomar as melhores decisões e definir metas com maior clareza.

Inovação e confiança também são essenciais. Steve Jobs, um dos maiores empresários do mundo, criador da marca Apple dos iPhones, foi um excêntrico visionário que fazia negócios com muita responsabilidade.

Por mais que fosse conhecido como um workaholic milionário, ele sempre buscou inovar e acreditava em tudo o que investia porque sabia o quanto aquilo poderia gerar de retorno.

No livro “Criatividade S.A”, a obra conta como ele superou dificuldades depois de se desvincular de uma empresa como empregado até virar empreendedor de sucesso e continuar multiplicando suas ideias por onde passava.

Vale se inspirar em grandes figuras do mercado como Jobs para entender como é importante controlar a confiança e o otimismo na hora de ajeitar as coisas aí no seu comércio.

 

ENTUSIASMO E OTIMISMO

Quem está do lado do empreendedor sabe que agir por impulso pode ser arriscado e o mercado é concorrido o bastante para dar um passo em falso e cometer erros simples.

Em média, 1 a cada 4 empresas não consegue alcançar seu tempo de maturação e fecha antes mesmo de completar 2 anos de vida, segundo pesquisa realizada pelo Sebrae (Serviço Brasileiro de Apoio às Micro e Pequenas Empresas).

Sendo assim, é preciso avaliar quais são as vantagens e desvantagens para o seu negócio e tomar decisões assertivas em todos os momentos.

Se você tem um minimercado, por exemplo, e seu maior faturamento é com bebidas, vale investir mais em variedade nesse setor do que comprar novos produtos de perfumaria, de repente. Avalie o que é mais vantajoso e pode trazer resultados melhores.

é importante avaliar como o seu feeling empreendedor funciona para não arriscar o orçamento. Ao mesmo tempo, é preciso se manter informado e tomar iniciativas criativas para atrair cada vez mais consumidores para o seu ponto de venda.

 

OTIMISMO E CRIATIVIDADE

O otimismo também gera criatividade na hora de analisar a situação e definir novas metas! Lançar campanhas e ações no seu comércio requer muito esforço e atitude sua, por isso, arregace as mangas e inspire-se diariamente!

Se você possui uma pizzaria, por exemplo, e ficou sabendo que a pizza quadrada é uma tendência que surgiu recentemente, experimente incluir no cardápio e divulgue para os clientes da região. Se cair no gosto do freguês, o movimento pode aumentar e você aproveitou a oportunidade de inovar no seu ponto de venda.

Só cuidado para não criar muitas expectativas e contar com a sorte. Um empreendedor “arrisca de forma saudável” e deve saber lidar com suas decisões.

Tomar uma decisão requer otimismo e também maturidade profissional para não dar um passo em falso. Se você tem um food truck, por exemplo, que vende hambúrgueres e pensou em fazer hot dogs para ampliar o menu, veja bem se não é melhor pensar em uma sobremesa ou uma opção vegetariana do hambúrguer.

Isso pode aumentar o seu ticket médio (valor gasto pelo cliente em uma única compra) sem fazer com que você mude tanto o cardápio ou tenha mais trabalho para criar algo muito diferente do que já vende.

Tente controlar a empolgação no momento certo e solte as rédeas quando precisar, mas seja sempre otimista, isso com certeza trará bons pensamentos e dará mais vontade ainda de crescer!

 

DESAFIOS NÃO SÃO BARREIRAS

Encare os desafios como oportunidades de melhorar o que você já tem. São apenas etapas a serem superadas e não obstáculos inatingíveis.

Tudo na vida de um empreendedor deve funcionar como aprendizado para seguir em frente e fazer diferente. Se o seu comércio não tem todos os produtos de que você gostaria, encontre maneiras de suprir a demanda de outro jeito. Ou, se a sua tarefa é nova e você não sabe como começar, busque orientação e tenha em mente que sempre existe um caminho para sair da dificuldade.

Em entrevista à ISTOÉ, a jovem Analice Furtado, de 23 anos de idade, contou sua trajetória de sucesso.

Ela era recepcionista de uma academia, mas queria algo a mais, que pudesse mudar sua carreira. Correndo atrás de cursos e após fazer uma faculdade na área de estética, ela conseguiu montar um salão de beleza com sua mãe e, hoje, é uma jovem empresária feliz. 

Não foi apenas uma mudança financeira, mas também a oportunidade de reconhecer seu talento como empreendedora e conquistar autonomia, Foi assim que ela conseguiu se realizar profissionalmente e ser mais feliz na carreira.

E então, ainda mais otimista para buscar os melhores resultados para o seu negócio? Conte com os cursos da Academia Assaí para adquirir maior capacitação e conhecimento técnico de qualidade.

Navegue quando e para onde quiser, vamos adorar ter a sua parceria. Até a próxima!

VOLTAR

Vitrine do Fornecedor