EmpreendedorismoEmpreendedor

Dicas para gerenciar o fluxo de caixa do seu negócio

Postado em: 28 de Abril às 15:55 Por Redação

O fluxo de caixa é um controle financeiro importante para que os negócios possam sempre ter o controle dos gastos, ajudando, principalmente, no planejamento dos próximos passos  

O fluxo de caixa é o registro de todas as entradas e saídas de dinheiro feitas pelo seu negócio. Manter esse controle bem organizado ajuda a analisar se a situação financeira atual está positiva, além de facilitar o planejamento dos próximos passos que você deseja tomar na sua empresa. 

E no momento atual em que vivemos, principalmente, esse controle fica muito mais importante e sensível para que as contas não saiam dos trilhos e você possa se preparar para eventuais contratempos.

Por isso, comece a colocar tudo no papel e deixar o orçamento em dia, anotando as despesas, calculando a margem de lucro com previsão para os próximos meses, prevendo necessidades eminentes (como aquisição de material, controle de funcionários, parceiros, fornecedores e etc.), além de pensar em novas formas de vender e atualizar o seu empreendimento para blindar o seu negócio contra qualquer imprevisto financeiro. 

Confira nossas dicas para facilitar o passo a passo e mantenha seu negócio vivo mesmo com o comércio desacelerado.

CRIE CATEGORIAS PARA OS GASTOS E AS VENDAS  

Seja em uma planilha, um sistema online de gestão ou no bom e velho papel e caneta, é importante você criar uma categorização própria para todas as movimentações financeiras que acontecem diariamente. Se for preciso trocar uma lâmpada e tirar dinheiro do caixa, marque algo como “reparos da loja”, por exemplo. Cada venda também pode ser classificada pelo tipo de produto. No fim do mês, isso ajudará a entender com o que o dinheiro está sendo gasto e quais são os itens que são mais buscados pelos clientes. 

MANTENHA O CONTROLE DO SEU ESTOQUE 

Caso seu negócio tenha estoque, manter um controle rigoroso e diário dele é essencial para o seu fluxo de caixa. Com essa informação bem organizada, você evita fazer investimentos que não terão retorno, ao comprar produtos que estão estocados, mas que não saem tanto. Para os empreendedores do ramo alimentício, também é importante adicionar informações como as datas de validade dos ingredientes ou de produtos que estão guardados. Assim, o risco de desperdício diminui bastante ao longo do tempo. 

USE O FLUXO DE CAIXA PARA ANALISAR SEU CAPITAL DE GIRO 

Manter o fluxo de caixa bem organizado vai permitir que você possa ter uma boa ideia de qual é o seu capital de giro (o dinheiro necessário para sua empresa continuar funcionando). Para chegar a esse valor, a conta é simples: some o quanto você vende por mês mais o valor do seu estoque e depois subtraia o quanto você precisa pagar de contas, como, por exemplo, aluguel, luz, água e impostos. 

Ao descobrir o seu capital de giro, será possível entender melhor o quanto o negócio está lucrando. Esse valor vai ajudá-lo a agir em prol de que sua empresa caminhe para entregar o retorno esperado. Para isso, pense em algumas questões: será que posso aumentar o preço do meu produto sem que os clientes sejam muito afetados? Existem gastos que podem ser cortados para diminuir o meu capital de giro?  

FAÇA O CONTROLE DIARIAMENTE 

Para evitar se perder no fluxo de caixa do seu negócio ou esquecê-lo, sempre organize-o ao final de cada dia de trabalho. Coloque no seu calendário também quais contas precisarão ser pagas, se existe algum débito da empresa em atraso e se há alguma entrada de dinheiro que ainda está por vir. Não ter um fluxo de caixa bem estruturado pode atrapalhar quando você fizer planos para o seu negócio e ainda mexer com a saúde financeira dele. 

Gostou dessas dicas de como organizar o seu fluxo de caixa? Então acesse o portal Academia Assaí Bons Negócios, inscreva-se e aumente os seus conhecimentos sobre gestão de negócios agora mesmo!

Post mais vistos

Vitrine do Fornecedor

Unilever
DelValle
Coca-cola