Empreendedor

Descubra como a Rosivânia se destacou com seu hot dog

Postado em: 28 de Dezembro às 12:02

O Hot Dog do Sheik foi ganhador do Prêmio Academia Assaí e a Rosivânia foi uma das 3 empreendedoras-destaque da edição

Uma professora de teatro que resolveu mudar de vida vendendo hot dog na rua. Conheça a história da carismática e divertida empreendedora Rosivânia com a Academia Assaí e veja como sua persistência fez o seu carrinho de cachorro-quente ficar famoso na região.

COMO TUDO COMEÇOU

Rosivânia Suzana Soares (42 anos) é natural de Salvador (BA), e, desde pequena, vivenciou a arte de vender na rua com seu pai, quando ela tinha 8 anos de idade.

Arlindo Soares, pai de Rosivânia, era vendedor ambulante e, assim que saía para trabalhar, levava a filha junto.

Seu jeito comunicativo e extrovertido fizeram com que Rosivânia se tornasse professora de Teatro – isso vindo de um sonho dos seus pais de que fizesse o Magistério –, profissão que a acompanha até hoje.

Inclusive, Rosivânia tem um projeto de teatro para crianças (o EITA Comunidade: educação, integração, teatro e artes), que é destaque em sua cidade. Ela declara que jamais pretende largar os palcos, pois é onde se sente à vontade e realizada.

Depois disso, ela já trabalhou muito no comércio: em estoque de loja, fábrica de meia, empresa de eletroeletrônicos, como fiscal de loja de departamento e muito mais.


Rosivânia no curso de confeitaria, na Nestlé, na Semana Presencial do Prêmio.

Com tantos empregos formais, Rosivânia não pensava que podia montar algo próprio. Certa vez, em uma campanha promocional da Coca-Cola, ela ganhou um carrinho de hot dog simples.

Na época, Rosivânia não sabia o que fazer com ele e pensou até em vendê-lo para tirar uma renda extra, já que também ocupava muito espaço no lugar onde ela morava.

Mesmo assim, algo não a deixava se livrar do carrinho. Conforme foi passando o tempo, chegou a época em que Rosi saiu da empresa e ficou desempregada. Apesar de ela não ter medo de inovar, a situação era delicada e era hora de tomar algumas decisões.

Ela até chegou a trabalhar com o cunhado, vendendo crepe na empresa dele, ganhando R$ 50 por dia. Mas não era algo fixo ou que desse para pagar todas as contas.

Foi aí que a filha mais nova, Samira (16 anos), olhou para ela e deu a ideia de vender hot dog na rua. Rosivânia ficou surpresa com a ideia e sentiu que poderia ser a chance de viver um sonho.

“Eu lembro que eu estava desempregada e tinha R$ 100 para começar. Fui ao mercado e comprei tudo para fazer os hot dogs. Quando saí para vender, vi que havia esquecido de uma coisa: o pão! Daí tive que voltar e começar no dia seguinte (risos)”, conta ela.

 

NASCE O HOT DOG DO SHEIK

Com tudo pronto, Rosivânia saiu para vender seus cachorros-quentes. Ela e Samira, sua ajudante especial, foram às ruas do bairro Bromélias, onde moravam, para começar as vendas. Com seu jeito cativante, Rosivânia anunciava o produto e isso começou a chamar a atenção dos clientes.

Ela se deslocava pelas ruas, pois viu que se ficasse com o carrinho em um lugar só não seria tão vantajoso.

Em um dos dias que estava vendendo seus hot dogs, percebeu que um cachorrinho de rua estava sempre junto com elas. Ele caminhava lado a lado e parecia que era o guarda-costas das meninas.

Quando Rosivânia percebeu, descobriu que o cãozinho era famoso na região e seu nome era Sheik. Praticamente um funcionário de comportamento exemplar. Por isso, em homenagem ao novo integrante, ela resolveu chamar seu novo empreendimento de “Hot Dog do Sheik”!


Novo carrinho de cachorro-quente da Rosivânia dado pela Coca-Cola em parceria com a Academia Assaí.

Desde 2016, o Hot Dog do Sheik faz sucesso e, além do tempero do molho com manjericão, orégano e outras especiarias, Rosivânia disse que há um segredo na receita, o qual ela contou que não pode revelar!

O diferencial do seu negócio está na fabricação própria do pão do cachorro-quente, o qual ela mesma produz. A ideia surgiu a partir do curso gratuito em Técnico de Panificação e Confeitaria, que ela fez há uns 2 anos.

“Não tenho medo não. Gosto de trazer novidades, porque sou chique! Meu hot dog é bom, com manjericão, orégano, tomates frescos... e algo a mais, que não posso contar”, brinca.

VIVENDO O PRÊMIO

Nessas idas e vindas, Rosivânia completa 6 anos de negócio e o Assaí Atacadista é parceiro fiel das compras de estoque.

Certo dia, ela tinha acabado de fazer suas vendas e precisava passar na loja de Salvador para comprar mais ingredientes. Foi aí que Rosi ouviu sobre o Prêmio e ela decidiu se inscrever para concorrer à viagem a São Paulo com tudo pago e uma semana de capacitação para os 15 ganhadores.


Apresentação de Rosivânia sobre o Hot Dog do Sheik na final do Prêmio.

“Eu nem tinha avisado a minha família: fui lá e me inscrevi. A Samira foi a primeira pessoa para quem contei. Assim que recebi o e-mail, fiquei muito feliz. Entraram em contato comigo, mandei o vídeo e ganhei!”, conta ela.

Foi a primeira viagem de avião de Rosivânia, que não define esse momento como um sonho vivido, mas mais um objetivo conquistado: “Foi vontade. Eu sempre tive vontades e objetivos e o Prêmio foi mais uma etapa vencida!”

Ela disse que adorou os cursos e as companhias que teve no Prêmio. Todos os empreendedores acrescentaram muito com suas histórias e foi uma diversidade de aprendizado que Rosivânia levará para a vida!

“Parecia que os cursos tinham sido feitos para mim! Tudo o que eles falavam tinha a ver com o meu negócio e era o que eu precisava aprender”, diz.

Segundo ela, uma das inspirações para empreender foi uma frase que havia visto e se identificado, que dizia “lugar de mulher é onde ela quiser”. Separada e com duas filhas, Rosivânia sabia que podia chegar ainda mais longe.

E, para sua surpresa, depois de uma semana intensa de Prêmio Academia Assaí, o júri elegeu o Hot Dog do Sheik como empreendimento-destaque na categoria Vendedor Ambulante!

 

Uma vitória para Rosivânia e para as mulheres empreendedoras, já que os 3 destaques foram femininos!

“Quando me chamaram, eu não acreditei. Eu não estava preocupada em ser uma das empreendedoras-destaque, mas em contar minha história. Gente, fui eu! Eu realmente sabia que era forte, criativa e guerreira”, conta ela.   

Além do reconhecimento, Rosivânia recebeu prêmios exclusivos por ser destaque, como R$ 10 mil, mentoria especializada, renovação de todo o enxoval de trabalho, fachada de loja e visual de marca (oferecidos pela MegaMidia Group) e também um carrinho ainda maior e mais equipado da Coca-Cola, que é parceira da Academia Assaí e esteve presente nas apresentações dos empreendedores.                                                                                   

O QUE VEM POR AÍ

Rosivânia pretende continuar com a simpatia e o espírito inovador. Além dos hot dogs, ela disse que quer aproveitar o sabor do seu molho e da massa que produz para vender também pizzas!


Curso de Pizzaiolo na Ekma, na final do Prêmio Academia Assaí.

Outra superideia é fazer algo inusitado, como uma limusine de cachorro-quente, rodando pela comunidade de Bromélias para atrair mais clientes e tornar seu negócio ainda mais irreverente.

Desejamos sucesso para ela, pois, com esse espírito empreendedor inspirador, temos certeza de que o Hot Dog do Sheik vai crescer cada vez mais.

Gostou da história da Rosivânia? Fique por dentro de mais novidades sobre o Prêmio aqui na Academia Assaí. Até a próxima história!

VOLTAR

Vitrine do Fornecedor

Torcida
Coca-cola
Ekma
Nita Alimentos