Tecnologia

COMO FUNCIONA O PAGAMENTO POR APROXIMAÇÃO

Postado em: 28 de Maio às 20:22 Por Rodrigo Coradi

Saiba mais sobre essa tecnologia e como funciona o pagamento por aproximação em caixas e totens de pagamento com cartão magnético ou pelo celular.

Você sabia que dá para pagar uma compra só encostando o cartão, o relógio ou celular na máquina do caixa? Essa é uma tecnologia promissora, conhecida como “pagamento por aproximação”, por meio de transmissão NFC (Near Field Communication) ou MST (Magnetic Secure Transmission).

A carteira virtual tem sido cada vez mais comum e permite que você saia de casa sem dinheiro vivo para efetuar pagamentos no dia a dia. Mas, além dos cartões de débito e crédito, existem outras funcionalidades de dispositivos e afins para realizar um pagamento cada vez mais otimizado - e a aproximação é uma delas.

Essa modalidade de pagamento já existe no Brasil há mais de 10 anos, mas, como ela só funcionava em smartphones mais caros e veio como uma novidade quente na época, demorou algum tempo para ser popularizada. Não é tão comum ainda quanto o pagamento com cartões ou transferências por QR code e aplicativos, por exemplo, mas promete ser uma facilidade muito mais usada no futuro.

Algumas marcas de aparelhos celulares e dispositivos/acessórios de comunicação e dados já têm seus sistemas próprios de pagamento por aproximação e desenvolvem seus produtos já com essa funcionalidade embutida. Outras empresas de cartões e agências bancárias também vêm desenvolvendo seus produtos com chip para o pagamento aproximado.

Um exemplo cotidiano de algumas grandes cidades do Brasil é o pagamento da tarifa de metrôs, ônibus e terminais de transporte por aproximação. O usuário faz um cadastro no sistema de transporte público da sua região e recebe um cartão/voucher/ticket para usar nas catracas. É só encostar que o equipamento exibe o saldo e permite o acesso na mesma hora.

Os pagamentos por aproximação funcionam da mesma forma. Geralmente, o usuário do cartão ou do dispositivo possui uma conta com cadastro e, se o caixa da loja estiver habilitado para as compras NFC ou MST, basta encostar na maquininha e escolher a forma de pagamento. Muito prático!

Essa é uma tendência muito interessante que ajuda, principalmente, no período atual de isolamento social, em que evitar o contato direto com as pessoas e o manuseio de objetos é uma forma importante de se prevenir.

Contudo, também vale prestar muita atenção para não correr riscos no dia a dia. Mantenha o cartão ou o seu celular/acessório digital em local seguro, pois, se ele cair no chão e alguém de má-fé quiser utilizá-lo, você pode ser prejudicado(a). Cadastre sempre uma senha de segurança ou programe o dispositivo para enviar uma notificação assim que o pagamento for realizado. É importante definir as estratégias de segurança antes de utilizar o pagamento por aproximação junto à operadora do cartão ou empresa responsável pela sua conta.

Se você tem um negócio e opera com maquininha de cartão, verifique com a operadora para implementar o sistema na sua loja ou no seu comércio. Atualmente, as empresas já fornecem o equipamento com essa tecnologia, mas nem todos os seus clientes terão acesso ou conhecimento sobre essa forma de pagamento.

O que você pode fazer é colocar adesivos nos caixas e cartazes explicando como funciona essa forma de pagamento, comunicando que o seu empreendimento está antenado e oferece, sim, pagamento por aproximação via NFC ou cartão magnético. Um diferencial interessante e que pode facilitar a compra do cliente e gerar uma boa experiência!

Para ficar por dentro de mais novidades e muitos outros temas, acompanhe nossas matérias aqui no Portal Academia Assaí!

Vitrine do Fornecedor

Unilever
DelValle
Coca-cola