Empreendedorismo

Comida caseira: oportunidades com a venda direta

Postado em: 28 de Agosto às 15:39 Por Ana Paula Moreira

Conheça algumas estratégias de venda direta para uma produção caseira de refeições

Para quem tem uma produção caseira de refeições, o aroma que sai das panelas é um grande atrativo para os clientes e vizinhos. Considerado uma tendência na gastronomia, o comfort food – termo que reúne as palavras “conforto” e “comida”, em inglês – é um conceito que valoriza a produção tradicional de pratos simples, saborosos e presentes na nossa cultura.  
Com a popularidade do conceito, muitas pessoas passaram a ganhar dinheiro em casa, cozinhando pratos do dia a dia. Porém, com uma menor circulação de pessoas nas ruas foi essencial pensar em como se adaptar ao serviço de entrega. Enquanto alguns se uniram aos aplicativos de comida, como Rappi e iFood, outros decidiram fazer a venda direta - aquela realizada de uma pessoa para a outra, sem a necessidade de algum intermediário. Quando o processo é artesanal, a capacidade produtiva é menor, logo os empreendedores precisam avaliar muito bem como manter o preço atrativo para os clientes. Por este motivo, a venda direta é uma ótima alternativa, porque evita a necessidade de elevar o preço dos produtos para suprir o valor de taxas cobradas pelos aplicativos. Mas, ao mesmo tempo, quem decide vender sem intermediários precisa pensar em maneiras de fazer a entrega. 

DEFINA UMA DISTÂNCIA PARA A ENTREGA 

Avalie a sua capacidade de produção e a distância que pode fazer a entrega com ou sem custo. Se tiver alguém para te ajudar com as entregas será melhor, pois é possível agilizar o processo. No entanto, se você precisa se dividir nas duas funções, um raio de atuação menor pode te ajudar a fazer a entrega com mais agilidade, garantindo que o prato chegue quentinho para os clientes. 

CONHEÇA AS NECESSIDADES DO SEU PÚBLICO-ALVO

A venda direta permite um atendimento personalizado e um relacionamento mais próximo, sendo um diferencial no momento de fidelizar o cliente. Você pode oferecer alguns pratos especiais, porções diferenciadas, assim como aproveitar esse contato mais próximo para perguntar o que eles gostariam que tivesse no cardápio. 

FRETE GRÁTIS PODE SE TORNAR UM ATRATIVO

Quando a distância é curta ou tem uma encomenda maior, o frete pode ser reduzido ou grátis. Essa foi a estratégia que o ex-garçom Josué Nascimento Sales adotou para conquistar os clientes da sua empresa de massas caseiras. Confira a história dele na matéria Transformando um sonho em realidade

ENTREGA NA PORTA DE CASA

Em tempos de pandemia, o cuidado no contato com os clientes deve ser uma preocupação constante para evitar a contaminação. Caso eles possam retirar o prato na sua casa, estabeleça um horário para que não precise entrar e sair várias vezes da cozinha. Além disso, as embalagens devem estar fechadas e prontas para o transporte. 

Gostou das nossas dicas? Caso a ideia seja terceirizar o serviço de entregas, você encontra no Portal da Academia Assaí Bons Negócios uma matéria para te ajudar com essa missão 
 

Vitrine do Fornecedor

Unilever
Kibon
DelValle
Coca-cola