Atualidades

O empreender dos jovens: conquista de espaço pelo olhar digital

Postado em: 08 de Setembro de 2021 às 17:52 Por Jhonatan Alves

Jovens estão com tudo no empreendedorismo! Mesmo antes da pandemia da covid-19 já ganhavam espaço e agora já representam quase metade dos empreendedores de vendas diretas no país!

A geração da internet e aplicativos têm ganhado cada vez mais espaço no empreendedorismo. Hoje, os jovens já representam 48,1% dos empreendedores da área de vendas diretas no Brasil.

De acordo com uma pesquisa da Associação Brasileira de Empresas de Vendas Diretas (ABEVD), desde o início de 2020, os jovens entre 18 a 29 anos representam 48,1% empreendedores independentes no Brasil, que lidam com vendas diretas ao consumidor. A informação revela que mesmo antes da pandemia de coronavírus, essa parcela da população já buscava se destacar no cenário empreendedor.

A mesma pesquisa mostra que as redes sociais ganharam um ‘super’ destaque para o empreendedorismo: a divulgação de produtos no WhatsApp cresceu 84,7% e nas demais redes sociais 79,8%. Entre jovens que não se prenderam a vendas comuns de porta em porta, em um ponto fixo ou em sua própria casa, mas que investiram no digital, alcançaram 53,5% das vendas, o que revela que a venda híbrida (presencial e on-line) é o caminho certo para o pequeno empreendedor.

 Jovens empreendedores conteúdo

OLHAR FORA DA BOLHA - Com toda essa informação, os jovens e demais empreendedores devem cada vez mais estudar o mercado e para onde o empreendedorismo caminha. Uma boa dica é olhar para fora da regionalidade e encontrar no mercado internacional dicas do que estará em alta nos próximos anos. Para a área de alimentação, o mercado de comidas saudáveis teve uma grande procura durante auge da pandemia e depois também. Há lugares fora do Brasil, que já adequaram cardápios inteiros por conta disso.

DIGITAL - Outro destaque que comprova o destaque dos jovens no empreendedorismo brasileiro é o relatório da Mastercard SpendingPulse, que mostra que o e-commerce cresceu 75% em meio à pandemia. Além disso, de acordo com o estudo Novos hábitos Digitais em Tempos de covid-19, da Sociedade Brasileira de varejo e Consumo, 70% das pessoas pretendem continuar usando sites e aplicativos após a pandemia para comprar.

INOVAÇÃO - A inovação também pauta o destino dos jovens empreendedores. Após a pandemia, novos 14 milhões de empreendedores surgiram no Brasil, com isso a concorrência também, e só terá destaque, aquele empreendedor que inovar. O segredo estará no diferencial do seu produto, por exemplo: você vende hot-dogs, mas o que o seu hot-dog é diferente do outro vendedor da esquina? Talvez um molho especial, talvez um atendimento com fidelização e após 10 compras o client6e ganha um de graça? Ou mesmo você tem opção de pães sem glúten e sem lactose para pessoas com dietas restritivas?

OLHAR AMBIENTAL – A preocupação ambiental com processos sustentáveis também têm sido uma crescente no meio empreendedor. Com isso, jovens empreendedores têm adotado medidas que viralizam e agregam valor ao produto, bem como: embalagens recicláveis, processos de produção com menor impacto ambiental, descarte consciente, reaproveitamento de materiais já utilizados como folhas para rascunho, além de inovações para embrulhos como fitas adesivas de papel e exclusão do plástico em qualquer parte do empreendimento.  

E aí, gostou do nosso conteúdo? Para não perder nada siga nossas redes sociais e ouça nosso podcast ‘Negócio em Dia’, disponíveis AQUI.

Vitrine do Fornecedor

Coca-cola
DelValle