Empreendedorismo

Culinária da diáspora: cozinha que resgata a ancestralidade

Postado em: 10 de Dezembro às 16:18 Por Paulo Henrique Ribas

A culinária da diáspora carrega a possibilidade de dispersão e regressão, representando a luta de resistência africana para manter a sua cultura viva

Formada em Gastronomia, Aline Chermoula é professora, chef, criadora e proprietária da Chermoula Cultura Culinária, um empreendimento que visa promover a culinária afroamericana, resgatando sua própria identidade a partir do uso de ingredientes como azeite de dendê, coco, farinha de milho branco, tamarindo, amendoim, entre outros.

Sua experiência com a gastronomia começa muito antes de suas pesquisas sobre a cozinha afroamericana. “Desde que me formei em 2008, trabalhei em eventos gastronômicos e como chef de cozinha de restaurantes renomados de São Paulo. Há cinco anos, decidi empreender no ramo com a Chermoula Cultura Culinária, pesquisando e criando pratos com sabores e aromas que remetem à culinária afroamericana”, diz Aline.

Cozinha de resistência que resgata a ancestralidade

Por ser formada também em História, a empreendedora decidiu unir suas duas profissões para entender e conhecer melhor a gastronomia e a cultura da diáspora africana, ou seja, daquelas pessoas que foram forçadas a deixar a África Ocidental para serem escravizadas. “Meu primeiro contato com a culinária afroamericana foi durante a faculdade, conhecendo a cultura de Nova Orleans e do sul dos Estados Unidos. A partir disso, passei a pesquisar e estudar mais sobre a culinária africana, descobrindo uma forte influência na gastronomia de países como Brasil, Cuba, Colômbia e muitos outros. Foi então que tomei a decisão de trabalhar com a culinária africana, pesquisando e desenvolvendo sabores com influências da diáspora africana pelas Américas”, comenta a chef.

Culinária da diáspora como identidade

A diáspora carrega a possibilidade de dispersão e regresso. Africanos buscavam maneiras de resistir e manter sua cultura viva – e a culinária faz parte dela. “Pesquisar a respeito da culinária da diáspora creole é conhecer mais sobre a minha origem. O período do século XV ao XIX na África Ocidental foi dividido por diversas culturas e povos e, quando essas pessoas desembarcaram nas Américas, de maneira criativa, encontraram maneiras de perpetuar sua cultura e os costumes tradicionais de sua descendência. É uma experiência muito gratificante, porque consigo saber mais sobre os costumes e tradições dos meus ancestrais”, comenta Aline.

Antes mesmo de conhecer a culinária da diáspora, a empreendedora já carregava em seu negócio esse conceito, mesmo sem saber. “A partir do contato com outras cozinheiras e entendedoras dessa cultura, notei que tudo o que eu faço com a Chermoula Cultura Culinária se enquadra nos propósitos dos povos da diáspora, que é levar toda a sabedoria e os hábitos africanos de seus ancestrais para frente.
Com isso, decidi adotar o conceito com a consciência de que tudo o que faço na cozinha se aplica a uma culinária afrodiaspórica e, mais do que isso, afrodiaspórica nas Américas, resgatando pratos que tenham origem africana, seja por serem feitos por mãos negras ou, principalmente, por usarem ingredientes típicos da África”, finaliza a chef.

O Chermoula Cultura Culinária trabalha no atendimento de serviços para almoços, jantares, coquetéis, festas e alimentação saudável, em segmentos comerciais, corporativos e residenciais. Entre seus principais pratos, está a jambalaya, um tipo de paella comum em Nova Orleans, que mistura carne, pimentão e camarão. 

Além do atendimento em eventos, o restaurante conta com uma linha própria de produtos, como azeites aromatizados, geleias, molhos e marmitas fit. Um empreendimento com tanta força cultural não poderia ficar de fora da Feira Preta 2020, não é mesmo? Aline participou do Preta Degusta deste ano, preparando uma receita mais que especial. Você pode conferir clicando aqui.

E aí, como essa história ajudou a inspirar sua jornada empreendedora? Buscar informações sobre nossa própria cultura, como neste case, pode ajudá-lo(a) a alcançar propósitos ainda maiores. Confira outros materiais como este acessando nosso blog.
 

Vitrine do Fornecedor

Unilever
Kibon
DelValle
Coca-cola