FinançasEmpreendedor

Como vender? À vista ou a prazo?

Postado em: 22 de Setembro às 21:53 Por Redação

A grande dúvida entre os brasileiros, no momento em que efetuam uma compra, é a forma de pagamento. “Pago à vista ou parcelado?” Acredite. Isso é muito mais comum do que imagina. Além de confundir o consumidor, esse é um ponto que pode assustar os vendedores. Muitas vezes, se a questão não for esclarecida, o desgaste entre funcionários e cliente pode acabar influenciando na desistência da compra.

Negocie

Nesse caso, especialistas defendem que a negociação é a chave do processo. Se a conversa for bem conduzida pelo vendedor, transmitindo confiança e tranquilidade ao cliente, a compra fluirá naturalmente. Os argumentos certos podem convencer o consumidor de que o pagamento à vista é sempre a melhor opção.

À vista

Para Edélcio Fonseca, especialista em finanças e venda de empresas e diretor executivo da 360° Varejo, o pagamento à vista tem muitas vantagens para a empresa. O controle e movimentação do caixa, feitos diariamente, além de acompanhar as despesas e receitas do fluxo de caixa, são o grande segredo para evitar surpresas desnecessárias.

Desconto para pagamento à vista

Além disso, o monitoramento efetivo das formas de recebimentos, sendo dinheiro, cheque, cartão de débito ou crédito e private label (cartão próprio) é outro ponto a ser ressaltado no planejamento financeiro da empresa. “O recebimento à vista sempre é muito bom e é o desejo de todo comerciante, porque ajuda muito no fluxo de caixa, evitando as taxas de antecipação de crédito, que consomem boa parte da margem de lucro, bem como a inadimplência. Para estimular essa prática, uma velha receita ainda é muito atrativa nos dias de hoje: o desconto para pagamento à vista”, ressalta Fonseca.

Brindes, pontuações e outras formas de incentivar

Porém, é importante que a vantagem dada ao consumidor seja significativa, sendo vistos de forma negativa os descontos de 1% a 5%. Outra forma de incentivo ao pagamento à vista está relacionada a brindes para essa modalidade de pagamento, juntamente com a criação de uma programação visual dentro do ponto de venda, que direcione a venda à vista.

Cuidados que devem ser tomados pelo estabelecimento em vendas parceladas

  • Ter um planejamento entre o volume de venda parcelada e quantas parcelas serão oferecidas ao cliente.
  • Inserir a previsão de vendas parceladas no fluxo de caixa, facilitando a identificação de possíveis desequilíbrios entre receitas e despesas.
  • Saber se o capital de giro da empresa é suficiente para suportar operações de venda parcelada.
  • Caso o capital de giro seja insuficiente, deve-se saber se os limites de crédito junto ao banco complementam o capital faltante.
  • É importante inserir os custos financeiros no processo de formação de preço, por consumirem parte da margem de lucro do produto.
  • Várias opções de parcelamento, com e sem juros, são uns dos diferenciais atrativos ao consumidor brasileiro.
  • Avaliar minuciosamente o limite de crédito ofertado ao cliente para evitar inadimplência, no caso de venda faturada e cheque pré-datado.

 

Inscreva-se na Academia Assaí Bons Negócios e fique por dentro de todas as novidades: vídeoaulas, dicas e conteúdos específicos disponibilizados para o seu segmento

 

Tags: 
Compra

Post mais vistos

Vitrine do Fornecedor

Unilever
DelValle
Coca-cola