Dicas

Mudanças do setor de gastronomia que vieram para ficar

Postado em: 23 de Setembro às 18:36 Por Ana Paula Moreira

Algumas mudanças vieram para ficar e transformaram a rotina de quem trabalha em restaurantes

Saber se adaptar às mudanças é essencial na vida de quem deseja empreender. No ano passado era impossível imaginar que máscaras seriam obrigatórias em locais públicos e que o contato físico entre as pessoas precisaria ser evitado. Muita coisa mudou e algumas dessas mudanças vieram para ficar.

Consolidação do delivery

Se antes um sistema de delivery era algo opcional para os restaurantes, os últimos meses mostraram a importância de ter um sistema de entregas bem consolidado.
Os restaurantes que já ofereciam o serviço precisaram se readequar com rapidez quando as medidas de isolamento social entraram em vigor. Já aqueles que precisaram montar o sistema do zero, o desafio foi muito maior.

Outra novidade é que, muitos clientes que nunca tinham usado o serviço de delivery, passaram a usar e gostaram da comodidade. Um estudo do Instituto Locomotiva aponta uma alta na procura do delivery entre pessoas acima de 50 anos, e entre as classes sociais C, D e E. Juntas, essas classes sociais representam mais da metade dos consumidores do Brasil.

Outra mudança necessária para a readequação foi o cuidado com a embalagem, a fim de garantir que o tempo e o trajeto no transporte não afetem o produto. Se você tem dúvidas de como melhorar a embalagem dos seus produtos, confira a matéria que preparamos sobre o assunto.

Para o futuro, será essencial aliar a agilidade na entrega com um raio de atuação cada vez maior, mas sem esquecer de pensar em como fornecer a melhor experiência para o consumidor.

Repensando o espaço

Nos últimos meses, a estrutura física dos restaurantes precisou ser repensada. Alteração na quantidade de mesas no salão para cumprir o distanciamento, reserva de espaço para montar as embalagens do delivery, até uso da área externa para atender os clientes com mais segurança foram algumas das mudanças necessárias para o ambiente de bares, restaurantes e lanchonetes.

Algumas dessas mudanças reforçam a higiene dos alimentos, tais como a instalação de pia na área do salão e protetores de saliva no buffet, por exemplo. Quer saber mais sobre o tema? Vale a pena conferir no portal da Academia Assaí a matéria que produzimos sobre como os restaurantes por quilo se adaptaram ao período

Caso seja mantida a preferência dos clientes pelo atendimento em áreas externas, algo que precisa ser avaliado pelos proprietários dos estabelecimentos é como proteger o espaço de fatores climáticos – sol, chuva, vento – e escolher móveis que possam ser utilizados em áreas externas. 

Dark kitchen

Cada vez mais popular no Brasil e no mundo, a dark kitchen, também conhecida como cozinha virtual é um estabelecimento que oferece apenas comida para viagem. Como não tem uma área de salão, o grande diferencial desse tipo de restaurante é que os custos são reduzidos. 

A estrutura é pensada para facilitar a etapa de embalar e enviar para os entregadores. Na rotina atribulada da cozinha, essa facilidade garante uma agilidade cada vez mais necessária para quem trabalha no setor da alimentação. 

Já preparou o seu restaurante para as mudanças? Não deixe de acompanhar as matérias do Portal Academia Assaí e fique atento as novidades!
 

Vitrine do Fornecedor

Unilever
Kibon
DelValle
Coca-cola