Negócios

Formalização do negócio: qual o momento certo para se formalizar?

Postado em: 14 de Maio de 2021 às 09:46 Por Redação

Embora a formalização do negócio seja um importante passo para o crescimento de um empreendimento, o trabalho informal ainda é uma realidade para a maioria dos trabalhadores no país.

 

Segundo dados do Sebrae, 81,3% dos empreendedores que atuam por conta própria o fazem de maneira informal. Embora o processo para a formalização do negócio possa ser considerado burocrático para grande parte dos donos de um negócio próprio, é algo que gera inúmeros benefícios para o crescimento do empreendimento.

Consultora de Negócios pelo Sebrae PR, apaixonada por empreendedorismo e especialista em gestão de micro e pequenas empresas, Carla Selva Santos  afirma que, quando você formaliza a atividade, abrem-se muitas portas, que, antes da formalização, não estariam disponíveis.

“Com a regularização, você estará mais seguro para investir no ponto comercial e na sua vitrine digital para alcançar os seus clientes.”

 

As principais vantagens, as diferenças e o impacto da formalização do negócio na realidade do empreendedor

Existe muita diferença entre um empreendimento informal e um negócio formalizado. Com o auxílio da especialista, listamos abaixo quais são as principais  vantagens e mudanças desse processo.

1 - Sua empresa terá acesso ao CNPJ: isso significa que você e seu negócio terão acesso a um leque maior de fornecedores, pois muitos deles comercializam apenas com empresas e em condições e quantidades especiais.

2 - Com sua empresa formalizada, há a possibilidade de participar de licitações e editais de empresas privadas e públicas.

3 - Seu negócio pode gerar nota fiscal: com isso, você acaba ampliando o acesso a mercados que, na informalidade, também não estavam disponíveis. Ou seja: você poderá vender para outras empresas. 

4 - O acesso aos serviços financeiros de crédito possuem condições especiais para contas de pessoas jurídicas (ou seja, que possuem CNPJ).

5 - Você pode contratar funcionários em regime CLT, contribuindo para a geração de trabalho e renda do seu entorno.

6 - Com as contribuições de impostos, passa-se a ter direito aos benefícios previdenciários, como aposentadoria, salário-maternidade, auxílio-doença, entre outros.

 

Por onde começar a formalização do negócio

formaização_negócio

Antes de tudo, é importante que você, empreendedor(a), entenda o seu cliente e conheça o mercado, a concorrência, os possíveis parceiros e a atividade que vai abrir. Hoje, mais do que nunca, há a necessidade de agir localmente, mas  buscando o mercado global. 

“Com a transformação digital dos negócios, é importante que você já estruture seu negócio com canais físicos, digitais e remotos”, comenta Carla.

Também é fundamental compreender e avaliar o que o(a) motiva a abrir o negócio. “Você precisará desenvolver características empreendedoras, como persistência, comprometimento e disciplina, além de buscar permanentemente conhecimentos e a troca de experiências", completa a especialista.

Tendo isso bem claro, o próximo caminho é entender que tipo de empresa será aberta.

Alguns cuidados iniciais:

  • Definição da sua atividade econômica – comércio, indústria ou serviço.
  • Verificação sobre a necessidade de vistorias ou registros – corpo de bombeiros, meio ambiente, conselho regional da categoria profissional, consulta prévia de localização (validar se o local escolhido é permitido para abrir a empresa), etc.
  • Ter ciência se precisará de sócios ou não.
  • A necessidade de capital e investimentos.

 

Tipos de formalização de negócio e como definir qual fará mais sentido para a sua realidade 

Existem diversos tipos de empresas. O melhor modelo dependerá da análise de diversos pontos. Por aqui, iremos tentar desvendar esse universo focando as microempresas.

 

Mas como definir qual fará mais sentido para a realidade do seu negócio? Tudo vai depender do formato jurídico, do regime tributário e do porte da empresa, da previsão de faturamento, da necessidade de mão de obra, entre outras análises.

“Sempre recomendo que iniciem no formato mais acessível e sem muita burocratização. Com a atividade prosperando, há a possibilidade de migração para outros portes ou até mesmo para novos formatos – o importante é começar com o que você tem ou com o que já construiu até o momento. Se você ficar esperando o momento ideal, sua ideia pode nunca sair do papel, afinal de contas, uma das principais características de todo empreendedor é colocar a mão na massa”, comenta Carla.

 

Como identificar em que estágio seu negócio está para definir qual é o melhor tipo de formalização

Quando colocamos uma ideia no papel, ela começa a tomar forma. Por isso, a profissional afirma a importância de criar um modelo de negócios. Por meio dele, você irá entender como a sua empresa vai gerar e entregar valor para os seus clientes.

“O modelo de negócios é um documento visual em que o empreendedor deve citar e descrever todas as partes que compõem o negócio e suas relações umas com as outras. Isso fará com que você tenha uma visão clara de como o negócio vai funcionar e saiba quais são os pontos fortes e os pontos fracos a melhorar.”

Quer saber mais sobre esse tema? Aqui no portal, temos um material totalmente dedicado a esse assunto, com um modelo de canvas para download gratuito. Clique e acesse o conteúdo!

Permanecer na informalidade significa estar sempre limitado, sujeito a receber recusa de comercialização, por não possuir nota fiscal, e à possibilidade de ser abordado pela fiscalização, inclusive sendo impedido de atuar – além de ficar à margem da cobertura previdenciária.

“Se você já atua e tem um negócio informal, reflita se a formalização é a opção para sua empresa crescer! No Brasil, são mais de  12 milhões de MEIs (Microempreendedores Individuais) que tomaram a decisão de formalizar suas atividades e estão movimentando a economia, gerando renda e trabalho”, finaliza a especialista.

Gostou deste conteúdo? Continue de olho nos conteúdos do Portal, pois estamos sempre em busca de temas e especialistas capazes de transformar a realidade do seu negócio.

 

Vitrine do Fornecedor

Coca-cola
DelValle