Empreendedor

Afinal, o que é preciso estudar para empreender?

Postado em: 06 de Novembro às 18:51

Existem habilidades que se destacam para aqueles que desejam criar o seu próprio negócio. Confira quais são e como desenvolvê-las.

Há quem diga que existem pessoas que nascem com o “dom” de empreender, e que isso não pode ser ensinado. Se pensarmos em empresários bem-sucedidos e sem educação superior formal, como Bill Gates, Steve Jobs e Silvio Santos, por exemplo, isso pode parecer verdade.

Porém, é necessário ter em mente que, se por um lado esses “empresários-celebridades” foram vitoriosos em suas empreitadas no mundo dos negócios, inúmeros outros, também sem estudo, tentaram, não alcançaram o sucesso e quebraram. E isso tem tudo a ver com capacitação técnica para tocar o próprio negócio.

A necessidade de capacitação para empreender se confirma com análises sobre a realidade de negócios recém-inaugurados. De acordo com levantamento do Sebrae divulgado em 2017, 23% das micro e pequenas empresas fecham em até dois anos após sua fundação. E, segundo pesquisa do IBGE, 60% das empresas abertas entre 2010 e 2015 já haviam encerrado suas operações em 2017, ano em que o estudo foi divulgado. Os dados apontam que um dos erros mais comuns nesses empreendimentos é focar em uma ótima ideia e deixar de lado a parte técnica da coisa.

Embora ainda não existam cursos de graduação específicos para a formação de empreendedores, há muitos com disciplinas voltadas à gestão de empresas, como Administração, Gestão de Negócios, Gestão Financeira, Marketing, entre outros. Existem também outras formas de capacitação disponíveis para auxiliar quem empreende, como as oferecidas pelo Sebrae, que dispõe de cursos presenciais e a distância para ajudar na transformação de uma ideia em um modelo de negócios e ainda orienta sobre praticamente todos os pontos que surgem em consequência da abertura de um empreendimento.

CONTEÚDO ONLINE

A Internet também é um ótimo meio para se capacitar. Mas, por ser um canal aberto, todos podem dar suas opiniões e, nesse cenário, muitos não têm conhecimento adequado nem credibilidade para isso. Sendo assim, procure capacitar-se com cursos, informações, textos e vídeos de pessoas ou escolas que tenham notoriedade acadêmica ou prática. Alguns cursos e vídeos em plataformas como YouTube, Coursera, Veduca, EdX, além de depoimentos no TED, também podem ser boas opções para aprender.

Novamente, procure sempre ler e ouvir os experts, pessoas bem-sucedidas e preparadas e que são referência em suas áreas. E nunca esqueça que é preciso entender o que é necessário estudar para sua área de atuação no mercado. Não gaste tempo nem dinheiro apenas para carimbar o currículo com um curso.

CONHECIMENTOS ESSENCIAIS PARA TOCAR BEM SEU NEGÓCIO

  • Gestão de pessoas: aprender sobre gestão de pessoas e liderança é um dos melhores investimentos que um empresário pode fazer. Para ter uma equipe com rendimento acima da média, é preciso ir além dos conceitos técnicos da área de atuação.
  • Tecnologia: desde o envio de um e-mail, passando pela administração dos canais digitais, até o conhecimento sobre os sistemas de gestão utilizados, a tecnologia passeia por quase todas as áreas do empreendimento. Não a subestime!
  • Contabilidade: conhecer o básico de contabilidade irá auxiliá-lo desde a abertura da empresa, passando por todas as obrigações fiscais.
  • Conhecimentos específicos: dependendo do nicho de atuação, será preciso buscar capacitação mais aprofundada. Conhecer a fundo cada detalhe do mercado, entender as tendências e saber lidar com os principais desafios do segmento são questões indispensáveis
  • Gestão empresarial: ter conhecimento sobre estratégias de negócios, saber controlar fluxo de caixa e gerenciar a saúde financeira da empresa são fatores essenciais para garantir a sustentabilidade do empreendimento.

Gostou? Então Acompanhe outras matérias nas edições da Revista Assaí Bons Negócios.

VOLTAR

Vitrine do Fornecedor

Fofura
Coca-cola
Ekma
Nita Alimentos