Empreendedor

Festas de final de ano para vender

Postado em: 12 de Dezembro às 12:28

O clima das festas de final de ano é uma ótima oportunidade para crescer no faturamento, diversificar o negócio e fidelizar o cliente

Uma das características do varejo é o “poder de transformação ou adaptação” de pequenos, médios ou grandes estabelecimentos. Eles se modificam para acompanhar os períodos sazonais, que englobam diversas datas comemorativas do varejo brasileiro.

Essas mudanças ou adaptações no negócio são necessárias para aproveitar as oportunidades de vendas que eventos como Dia das Crianças, Dia das Mães, Dia dos Pais, entre todos os outros que compõem o calendário, proporcionam ao comércio brasileiro.

Entre todas as datas que alavancam as vendas do comércio no país, o Natal e o Ano Novo – que por aqui trazem junto o verão e o período de férias escolares – estão entre os mais importantes.

Além das datas festivas, o último bimestre do ano é aquele momento em que grande parte dos trabalhadores brasileiros recebe o 13º salário, o que “injeta mais dinheiro” na economia e aumenta o faturamento dos estabelecimentos.

Por isso, é importante não perder a oportunidade de lucrar no período para, se possível, poupar dinheiro para o próximo período. Os primeiros meses do ano são, de modo geral, mais fracos em vendas.

“É muito importante envolver o cliente no clima, de acordo com a data festiva. No geral, eles se sensibilizam, agradecem e até sugerem novidades. No período natalino, lançamos com antecedência um cardápio específico para que os clientes escolham suas sobremesas preferidas, gerando uma programação de excelência, para que possamos atender à grande demanda nas encomendas”, afirma Nena Cake, confeiteira e responsável pela produção e coordenação da confecção dos produtos da Montanha de Doces.

Junto com Sandra R. O. Lizardo, responsável pelo atendimento, pelas compras e pela contabilidade, ela toca o negócio, que fica em São Paulo.

Nessa época, para qualquer tipo de comércio, vale a pena realizar “modificações” para envolver o cliente. “Podemos dizer que as vendas de final de ano representam de dois a quatro meses de faturamento para algumas empresas. Nesse período, a decoração dos pratos e do ambiente deve remeter às festas, ao clima e às comemorações.

Tanto o cardápio quanto a decoração dos pratos devem estar ligados às datas. Sugiro que essa preparação comece com pelo menos três meses de antecedência”, afirma Ana Vecchi, CEO da Ana Vecchi Business Consulting.

Na Montanha de Doces, segundo Sandra, várias são as estratégias adotadas para aproveitar as vendas de final de ano. O cardápio específico lançado pela doceria no período, relacionado ao Natal, incorpora receitas com frutas vermelhas (cereja, framboesa, amora e morango).

Ao mesmo tempo, a casa apresenta uma decoração temática, usando elementos de acordo com a data, como Papai Noel, guirlandas, bonecos de neve, corantes dourados, vermelhos e verdes, além de fitas e embalagens referentes ao tema.

As compras para abastecer o estoque são realizadas no Assaí dos bairros de Taboão da Serra, Cotia e Osasco, semanalmente. Entre as categorias mais adquiridas para abastecer o negócio, estão os ingredientes para confecção dos bolos e doces, tais como açúcar, farinha de trigo, fermento, leite condensado, creme de leite, leite integral, leite em pó, margarina, cream cheese, creme de avelã, chocolates em pó e em barra, etc.

 

DICAS PRECIOSAS PARA SEU PLANEJAMENTO

Independentemente do cenário em que se esteja, usar a criatividade e saber se adaptar às circunstâncias são duas características fundamentais do empreendedorismo.

Porém, no caso dos pequenos negócios, muitas vezes existe a dificuldade de planejar e se organizar para que o negócio esteja melhor preparado para lucrar com as sazonalidades. Isso inclui crescer o faturamento durante as vendas de Natal e Ano Novo.

“Organizar-se de última hora não ajudará a alavancar as vendas e a lucratividade do negócio. Muito pelo contrário, pode sim faltar produtos e haver perda de venda. Ou, ainda, pode acontecer de se comprar muito e ficar com estoque parado ou com produtos vencidos. Por isso, a análise do negócio e do potencial do setor para a data deve ser considerada”, indica Haroldo Eiji Matsumoto, sócio-diretor e consultor da Prosphera Educação Corporativa, uma consultoria multidisciplinar especializada em gestão de negócios.

Para saber quais estratégias adotar para o seu estabelecimento nesse período, vale a pena focar no que é melhor para o seu negócio!

Confira as estratégias elaboradas por Matsumoto e Ana Vecchi de acordo com cada negócio!

ESTRATÉGIAS PARA CADA TIPO DE NEGÓCIO

SUPERMERCADO OU MERCEARIA DE BAIRRO

- Invista em produtos da época, mas com algum ingrediente ou apelo que chame a atenção do consumidor.

- Clientes gostam de novidades e as frutas estão em alta, por conta da alimentação saudável. Vale investir na área de hortifrúti.

- Crie kits de produtos, com embalagens atrativas, que possam ser dados como presente.

- Organize espaços com itens promocionais e produtos que se complementam, unidos a uma decoração típica de Natal ou de Festas de Ano Novo.

 

RESTAURANTE

- Invista em pratos e cardápios típicos. A decoração deve estar de acordo com a época festiva. Evite reutilizar materiais de anos anteriores: clientes fiéis percebem.

- Ofereça uma área ou monte um cardápio para confraternização de empresas e faça reservas. Lembre-se de pedir um sinal antecipado. Isso evitará cancelamentos de última hora e perda de faturamento.

- Mantenha atenção redobrada à sua equipe, pois é fundamental que o time transmita esse clima festivo. Não adianta ter um cardápio atrativo e uma decoração bonita se o garçom atende com a “cara amarrada”, por exemplo.

 

VENDAS POR ENCOMENDA

- Para os deliveries, está em alta o uso de aplicativos de pedidos pelo celular. Isso exige cuidado na escolha do cardápio, no preparo e na embalagem, para que seu produto se mantenha bem enquanto for transportado.

- Estipule um raio de atuação máximo para entrega, pois, dependendo da distância, o produto chegará frio ou amassado e isso é péssimo para a reputação.

- Invista em tecnologia, como aplicativos próprios, sistemas de telefonia com CRM e WhatsApp, para receber encomendas e reconhecer o cliente, seu endereço e suas preferências.

- Adotar catálogos ou cardápios com pratos típicos, que tragam imagens de receitas e mesas decoradas, pode ser um atrativo a mais e valoriza as escolhas a serem feitas.

 

Essas são as dicas de hoje para você preparar o seu negócio para as vendas e os pedidos dos clientes neste final de ano. Continue aqui na Academia Assaí e aprenda dicas valiosas para o seu tipo de negócio!

VOLTAR

Vitrine do Fornecedor

Coca-cola
Ekma
Nita Alimentos
Vigor