Empreendedorismo

Empreender na pandemia: dicas para começar seu negócio

Postado em: 26 de Abril de 2021 às 10:20 Por Paulo Henrique Ribas

Empreender na pandemia é um desafio diário. Se você sente que tem uma “veia empreendedora”, mas não sabe como tirar sua ideia do papel ou tem receio de montar um negócio por conta do atual contexto, este conteúdo poderá ajudá-lo(a).

A crise causada pelo coronavírus trouxe diversos desafios para o empreendedor. Empreender na pandemia mudou a maneira como nos relacionamos – e isso incluiu a comunicação entre cliente e negócio.

Foi preciso repensar novos meios de comunicação e vendas – e hoje, muitos estabelecimentos que já superaram essa etapa seguem em funcionamento, respeitando as restrições e as normas de convívio e higienização.

Quer saber o que é preciso para empreender na pandemia? Acompanhe a leitura e confira as dicas de uma especialista.

 

Empreender na pandemia exige criatividade e persistência

Por si só, o ramo de alimentos e bebidas é altamente competitivo. Especialista no segmento há 14 anos, Louise Nogueira é gestora estadual de alimentação fora do lar pelo Sebrae RJ e afirma que, mais do que nunca, é preciso resiliência para empreender em 2021.

“Dedicação, empenho, criatividade e persistência. Por se tratar de um mercado altamente competitivo, é preciso carregar consigo essas características e, claro, inovar. Quem traz a inovação para o mercado empreendedor sai na frente na conquista dos clientes.”

Para a especialista, empreender na pandemia é um desafio ainda maior, porque muitos consumidores não estão saindo de suas casas, evitando consumir por conta da diminuição de renda, entre outras causas.

“Para iniciar um empreendimento agora, é necessário ser bastante inovador e encontrar um diferencial que o torne único no mercado. Uma inovação no produto ou no serviço prestado”, comenta.

Mas como vender para quem não sai de casa?

 

Por onde começar

Quem decide começar a empreender na pandemia deve estar preparado para ofertar, atender e concluir pedidos de maneira online, afinal de contas, dependendo da sua região, as restrições permitirão apenas o atendimento por delivery e take away, ou seja, retirar o pedido no estabelecimento para consumo em outro local.

Segundo um levantamento realizado pelo Sebrae, 70% dos micros e pequenos empresários utilizam ferramentas disponíveis na internet para impulsionar as suas vendas, como redes sociais, WhatsApp, plataformas de delivery, entre outros.

“Um dos maiores desafios de empreender na pandemia é conquistar o cliente que não está saindo de casa e tentar fidelizá-lo, porque a oferta é grande. Planejar o seu delivery pode ser uma boa saída, dependendo do produto que você pretende oferecer”, completa Louise.

A especialista ainda diz que é preciso avaliar diversos pontos em relação aos serviços de entrega. Entre eles:

 

  • Custos fixos e variáveis: os custos fixos são os menos suscetíveis a apresentar variações de acordo com o volume de vendas. Já os custos variáveis representam  os gastos que aumentam e diminuem de forma proporcional ao nível de atividade.
  • Receitas líquidas geradas: é o valor correspondente ao montante que sobra após a dedução de impostos, devoluções e descontos concedidos
  • Avaliar a melhor opção ao aderir aos aplicativos ou começar pelo WhatsApp

Temos um material recente com dicas para montar um delivery eficiente para suas vendas. Você pode conferi-lo aqui.

 

Inove nos produtos e no atendimento

Para conseguir empreender na pandemia, grande parte dos negócios migrou para o ambiente digital, realizando o atendimento via redes sociais e outras ferramentas, como o WhatsApp.

Isso dá ao consumidor diversas opções na hora de escolher uma refeição ou serviço. Por isso, seu negócio precisa oferecer um diferencial inovador, capaz de cativar e fidelizar o público.

“Inove nos seus produtos e no atendimento, utilize as mídias sociais para divulgar o negócio, busque outros canais de interação com o cliente e planeje bem o delivery, se for o caso”, completa.

 

Capriche no unboxing experience (termo inglês para descrever o ato de tirar algo de uma caixa)

A apresentação é de extrema importância, principalmente em um momento como o que vivemos. Caprichar na montagem do prato, nos elementos da embalagem e na experiência do cliente ao receber sua encomenda é essencial para obter sucesso nas vendas em meio à pandemia.

“Utilize as redes sociais para realizar as divulgações do seu negócio, estimulando o compartilhamento dos produtos recebidos. Procure boas embalagens para que o alimento chegue da melhor forma possível à casa do cliente e preste atenção na entrega. Evite terceirizar, pois isso pode criar mais um problema”, finaliza Louise.

A profissional ainda complementa que, para empreender, você precisa planejar muito bem o seu negócio e conhecer o seu cliente e o seu produto, a fim de que ele seja vendável, mesmo nesse momento tão delicado. 

Para mais dicas sobre como montar o seu negócio e por onde começar, ouça o 30º episódio do nosso podcast Negócio em Dia: Novos Ciclos exigem um Bom Planejamento em todas as plataformas de áudio.

Até a próxima!

 

 

 

Vitrine do Fornecedor

Coca-cola
DelValle